Publicidade

sexta-feira, 25 de abril de 2014 Mercado | 00:14

Palmeiras cobre oferta de 4,5 milhões de euros do São Paulo e Alan Kardec vai decidir seu futuro

Compartilhe: Twitter

Kardec está emprestado até 30 de junho

Depois de semanas de marasmo, as últimas horas foram de tensão e novidades em relação à situação de Alan Kardec. O São Paulo entrou no negócio com uma proposta de 4,5 milhões de euros, o que levou o Benfica, dono dos direitos econômicos do atacante, a enviar um ofício ao Palmeiras – o Verdão teria até esta sexta-feira para cobrir a oferta, ou perderia a prioridade.

O blog já havia anunciado com exclusividade na terça-feira o interesse do Tricolor em atravessar a renovação de Kardec com o Palmeiras.

Preocupado com a repercussão negativa de perder seu artilheiro para o maior rival, o presidente Paulo Nobre se mexeu e assegurou pouco antes da meia-noite desta sexta uma oferta igual a do São Paulo, de 4,5 milhões de euros. Mas isso não significa que a novela terminou. Resta agora que Alan Kardec decida se prefere permanecer no Palestra Itália ou se pretende jogar no Morumbi.

A relação entre o pai de Kardec e a diretoria do Palmeiras ficou estremecida após uma série de desencontros. O jogador não gostou da proposta de produtividade e do salário de R$ 250 mil oferecidos – Valdivia, por exemplo, ganha R$ 500 mil por mês.

Já o São Paulo se dispõe a pagar R$ 350 mil mensais, R$ 100 mil a mais do que o concorrente. Para alcançar o mesmo valor defendendo o Verdão, Kardec vai depender da conquista de títulos do Palmeiras nas próximas competições.

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 24 de abril de 2014 No Diário de S. Paulo | 20:00

Coluna desta quinta-feira

Compartilhe: Twitter

CAB10302404_tt

Autor: Tags:

Mercado | 19:39

São Paulo desiste de Alemão após contato com Náutico

Compartilhe: Twitter

Campeão, Alemão está sem clube

Em busca de um reforço para a defesa, o São Paulo estudou a contratação de Alemão, zagueiro campeão paulista pelo surpreendente Ituano. O jogador foi oferecido e chegaria de graça ao Morumbi, já que seu contrato terminou no último dia 16.

Porém, a transação acabou descartada depois que Muricy Ramalho saiu em busca de informações. O treinador ligou para alguns amigos do Náutico, onde trabalhou anos atrás. Ouviu as piores referências possíveis da passagem de Alemão pelos Aflitos, na temporada passada.

O zagueiro, contratado para a disputa da Série A do Brasileiro de 2013, foi dispensado em julho, ao lado de outros cinco jogadores, por deficiência técnica. Detalhe importante: o Náutico fez a pior campanha do campeonato e já estava rebaixado no mês de outubro.

Depois de deixar o Náutico, Alemão deu a volta por cima no Cuiabá, na Série C do Brasileiro. Indicado pelo técnico Doriva, chegou ao Ituano em janeiro e foi titular durante toda a campanha vitoriosa no Paulistão, que terminou no último dia 13.

Autor: Tags: , ,

Mercado | 13:09

Audax quer emprestar elenco, técnico e Vampeta para a Lusa

Compartilhe: Twitter

Vampeta seria o manda-chuva da Lusa

Dono do Audax, o empresário Mário Teixeira recebeu em sua mansão o presidente da Portuguesa, Ilídio Lico, na última sexta-feira, com uma proposta: emprestar todos os seus jogadores, o técnico Fernando Diniz e até Vampeta para a Lusa até o final da temporada.

Teixeira ainda se dispôs a pagar a folha salarial integral da Portuguesa durante o período. Em troca, quer 50% dos direitos de transmissão a que a Lusa vai ter em 2015 – imaginando que o time suba, ficará com aproximadamente R$ 10,5 milhões.

Ilídio ficou de dar a resposta ao empresário nesta tarde. A tendência é que tente um acordo. “Acho inviável trazer todo o elenco do Audax, porque eu não teria o que fazer com os meus jogadores. E tenho bons atletas aqui”, explica o presidente luso.

“Se ele topasse emprestar uns seis atletas, aí ficaria interessante”, admite Ilídio, preocupado em reforçar o time para a disputa da Série B do Brasileiro. “A gente precisa subir de qualquer jeito. Não dá para jogar dois anos consecutivos a Segundona.”

O Audax tem pressa em resolver o assunto. Como não integra quaisquer das divisões do Campeonato Brasileiro, pretende colocar seus atletas em um clube paulista, a fim de garantir exposição a seus atletas. Caso não exista acordo com a Lusa, o futuro dos jogadores do Audax será o Guaratinguetá, da Série C.

Autor: Tags: , , ,

Futebol | 06:00

Adeus corintiano ao Pacaembu terá festa no domingo

Compartilhe: Twitter

Pacaembu receberá apenas os jogos do Palmeiras e alguns do Santos até o final do ano

O Corinthians prepara uma grande homenagem para o Pacaembu no domingo, quando fará a partida de despedida do estádio, contra o Flamengo, às 16h. Casa do Bando de Loucos nas últimas décadas, o Pacaembu será tratado durante a festa como “saudosa maloca”.

Até por isso, um dos principais sucessos de Adoniran Barbosa, a música “Saudosa Maloca” tocará nos alto-falantes do estádio municipal antes, durante e depois da partida.

Um bandeirão gigante será aberto pelos torcedores nas cadeiras laranjas, com a inscrição “saudosa maloca”. O presidente Mario Gobbi ainda entregará uma placa de agradecimento a algum representante do estádio dentro do gramado.

Por fim, o Corinthians vai aproveitar o último jogo no Pacaembu para promover oficialmente a reapresentação de Elias ao torcedor. O volante, que custou R$ 12,3 milhões, será acompanhado pelos 13 sócios do Fiel Torcedor com mais assiduidade nas partidas no estádio.

Ano garantido
Administrador do Pacaembu, Mauro Castro garante que a perda do Corinthians como inquilino não causará prejuízo ao estádio. Por ora. “Até o fim do ano, teremos o Palmeiras jogando aqui. O problema maior será a partir de 2015”, prevê.

Multiuso
O São Paulo poderá se tornar usuário do Pacaembu no ano que vem se o projeto da cobertura do Morumbi sair do papel. O Tricolor pretende se dividir entre o estádio municipal e Barueri durante os oito meses de obras em casa.

Maior campeão
O Corinthians é, de longe, o recordista de partidas ao longo da história do Pacaembu, mas o Palmeiras foi o clube que mais ganhou títulos no estádio. São 26 conquistas, contra 24 do grande rival. O Verdão ainda se tornou o primeiro time a dar uma volta olímpica no Pacaembu, após a final da Taça Cidade de São Paulo, em 1940. No mesmo ano, também assegurou o Campeonato Paulista, em partida decisiva contra o São Paulo.

A letra de Saudosa Maloca:
Si o senhor não “tá” lembrado
Dá licença de “contá”
Que aqui onde agora está
Esse “edifício arto”
Era uma casa véia
Um palacete assombradado
Foi aqui seu moço
Que eu, Mato Grosso e o Joca
Construímo nossa maloca
Mais, um dia
Nóis nem pode se alembrá
Veio os homi c’as ferramentas
O dono mandô derrubá
Peguemo todas nossas coisas
E fumos pro meio da rua
Aprecia a demolição
Que tristeza que nóis sentia
Cada táuba que caía
Duia no coração
Mato Grosso quis gritá
Mas em cima eu falei:
Os homis tá cá razão
Nós arranja outro lugar
Só se conformemo quando o Joca falou:
“Deus dá o frio conforme o cobertor”
E hoje nóis pega a páia nas grama do jardim
E prá esquecê nóis cantemos assim:
Saudosa maloca, maloca querida,
Dim dim donde nóis passemos os dias feliz de nossas vidas
Saudosa maloca, maloca querida,
Dim dim donde nóis passemo os dias feliz de nossas vidas.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 23 de abril de 2014 Futebol | 23:30

Santos renova com patrocinador e garante aumento

Compartilhe: Twitter
fabiano

Corr Plastik vai continuar estampando sua marca nas mangas da camisa do Peixe

A quarta-feira foi de boas notícias para o torcedor santista, apesar de o time não ter entrado em campo. À noite, o clube inaugurou sua primeira loja na cidade de São Paulo. Horas antes, o presidente Odílio Rodrigues acertou a prorrogação do contrato de patrocínio com a Corr Plastik.

O acordo atual rendia R$ 3,5 milhões por ano ao Peixe. Já o novo vínculo, que só termina em dezembro de 2015, vai assegurar R$ 1 milhão a mais por temporada.

“Já passa a ser um dinheiro a mais para o próximo presidente”, disse Odílio, respondendo aos corneteiros em Santos que não gostaram da notícia de que o clube antecipará receitas da cota de TV de 2015.

A busca por um parceiro para o peito e para as costas segue. “A Copa do Mundo atrapalhou esse processo, porque a maioria das grandes empresas guardou dinheiro para investir no torneio”, avaliou o presidente, entendendo que pode ter alguma novidade após o Mundial.

Já a Gomes da Costa, que esteve na camisa do Peixe durante as finais do Paulistão, não prosseguirá patrocinando o clube.

Autor: Tags: , , ,

No Diário de S. Paulo | 22:59

Coluna desta quarta-feira

Compartilhe: Twitter

CAB10302304_tt

Autor: Tags:

Futebol | 12:12

Do exterior, Andrés Sanchez fala animado sobre naming rights

Compartilhe: Twitter

Andrés busca dinheiro para estádio

Em Abu Dhabi desde domingo, o ex-presidente corintiano Andrés Sanchez entrou em contato ontem com alguns conselheiros. Por telefone, ele demonstrou entusiasmo ao falar sobre as negociações com os árabes para a venda do nome do estádio alvinegro.

“Ele costuma ser sempre bem rápido pelo telefone, mas estava todo animado desta vez”, explica Mané da Carne, que é um dos líderes do grupo político de Andrés no Parque São Jorge. “Acho que o naming right deve estar bem encaminhado”, emenda.

Acompanhado do arquiteto da arena, Anibal Coutinho, Andrés tem se reunido com os membros do Abu Dhabi Investment Authority. A pedida do Corinthians é de R$ 350 milhões e o tempo de contrato ficou de ser definido durante a viagem.

Desde o ano passado, o ex-presidente do Timão já esteve três vezes em Abu Dhabi. A intenção dele é fazer o anúncio do acerto para o Conselho Deliberativo no sábado, quando ocorre uma reunião no próprio estádio, para tratar sobre as contas da obra. O retorno de Andrés e Anibal ao Brasil está marcado para sexta-feira.

Autor: Tags: , ,

Mercado | 06:00

Cláusula libera Kaká para sair de graça do Milan em julho

Compartilhe: Twitter

Não classificação do Milan à Liga dos Campeões permite a saída de Kaká sem custos

A vontade do presidente são-paulino Carlos Miguel Aidar de repatriar Kaká soa como impossível, mas certamente seria mais barata do que, por exemplo, as contratações de Alexandre Pato pelo Corinthians e de Leandro Damião pelo Santos.

Tudo porque o Tricolor só teria de arcar com os salários do meia. Há uma cláusula no contrato de Kaká que lhe permite deixar o Milan de graça em julho, por não ter alcançado vaga na próxima edição da Liga dos Campeões — com 51 pontos, o time de Milão só pode chegar a 63, cinco pontos a menos do que o Napoli, último que se classificaria hoje.

“O problema é conseguir pagar seu salário”, alerta uma pessoa próxima de Kaká — o meia embolsa cerca de R$ 1,8 milhão por mês, livre de impostos. “E ele não vai aceitar reduzi-lo, porque já fez isso em 2013, ao deixar o Real Madrid”, emenda.

Ninguém do São Paulo procurou Kaká recentemente para falar sobre valores. Em compensação, o ex-jogador da seleção tem propostas da China, do Oriente Médio e sondagens de dois clubes da Inglaterra.

Sonho americano
Antes de pensar em voltar a jogar no Brasil, Kaká tem vontade de morar nos Estados Unidos. Amigo de David Beckham, ele ouviu milhares de elogios sobre o país.

Peso nas contas
A cláusula que permite o fim do contrato pela ausência na Liga dos Campeões vale para Kaká e para o Milan. O clube pode exercê-la a fim de aliviar suas contas, levando em consideração que deixará de ganhar milhões pela ausência no torneio.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 22 de abril de 2014 No Diário de S. Paulo | 21:30

Coluna desta terça-feira

Compartilhe: Twitter

coluna

Autor: Tags:

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. 20
  9. 30
  10. Última